segunda-feira, 16 de maio de 2016

diálogo - ...escolhas

diálogos:

Não sei o que fazer… às vezes penso que se eu ficar vou lutar sozinha… como se amasse por nós dois… outras vezes, penso que se eu for embora, estarei deixando de lutar pelo amor… O que eu faço?” Era quase um apelo. E um apelo cruel: ela mesma sabia o quanto ele a amava, e era justamente com ele que ela falava de outro amor…
… não quero sofrer mais…” Lágrimas. Soluço contido.
“Tens que escolher para parar de sofrer. Sofres mais com a angustia de não fazeres nada.”
Tens razão.” Ela limpa as lágrimas com o punho do casaco. “… tenho que escolher o que me fará sofrer menos. O que será menos ruim.”
“Não é assim.”
Mas tu me disseste que tenho que escolher. que outro jeito há?
“Não escolhas pelo que pode ser ‘menos ruim’. Se escolheres ponderando o ‘ruim’ ,essa será tua medida. Escolhe pelo que pode haver de ‘bom’ num caminho ou no outro. O lado BOM que vencer será sempre uma escolha segura. Porque enxergarás o BOM. Se escolheres pelo que é menos ‘ruim’, até o bom pode ficar cinza.”
Dizendo isso, ele sabia que poderia perde-la… … mas ele também tinha de fazer uma escolha.


Por Luís Augusto Menna Barreto

37 comentários:

  1. A vida é feita de escolhas. Ora acertamos, ora erramos, mas todas as escolhas trazem reflexão, aprendizagens...
    Optemos sempre por quem nos faz (e fazemos) feliz...
    Esta vida cheia de surpresas, de idas e vidas, o tempo é precioso!! Para tanto, façamos escolhas pelo que nos transborda a alma...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A idéia do diálogo era estabelecer a perspectiva de sobre quais premissas fazemos nossas escolhas... se avaliando o que haverá de ruim numa ou noutra;... ou o que pode haver de bom numa ou noutra.
      Penso que a forma como fazemos (escolhendo a avaliação do que há de bom, ou do que há de ruim), é a perspectiva com a qual vemos tudo em nosso caminho. No que prestamos atenção? No bom...? ou no ruim...?

      Excluir
  2. É a vida é feita de escolhas...Embora nem sempre façamos as escolhas certas. E quando isso acontece,extraimos dessas escolhas lições que nos norte
    arão para acertarmos posteriormente...
    É verdade deveremos sempre optar por quem nos faz bem...
    Eu tenho tentado fazer essas escolhas...!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Todas as escolhas que fazemos, invariavelmente, é buscando o que nos será melhor... Jamais haveremos de escolha aquilo que acreditamos não ser o melhor (entendido como o que nos trará mais satisfação, evidentemente)...
      ... e tentamos, sempre, acertar...
      Acho que hoje, não consegui expor corretamente o que eu pretendia...
      ... a idéia era deixar claro a perspectiva dessas escolhas: se escolhemos pelo que há de bom ou de ruim... não era sobre escolhas em si...
      De qualquer forma, fiquei feliz de instigar os comentários!!!

      Excluir
    2. Não....Eu é que entendi de outra forma...Foi muito bem exposta tua intenção...!!!
      O erro de interpretação foi meu...
      Só agora percebi...

      Excluir
    3. Não, Michele, o erro não é teu. E, se fores notar, retiraste do texto, o que a maioria do que comentaram também retiraram.
      E é uma interpretação legítima,a tua!
      Se a maioria das pessoas tirou do diálogo interpretação semelhante, então foi nesse caminho que indiquei o texto e não consegui fazê-lo focar no que haveria de ser o tema a que me propus.
      O resultado pode não ter sido o esperado, mas fiquei de igual forma muito contente!!!
      Super obrigado!!

      Excluir
  3. Nortearão....(Desculpa o erro ortográfico)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah.... nem precisava...! Fizeste entender perfeitamente...!!!

      Excluir
  4. Exatamente. Temos que olhar o vom como parâmetro. Muda totalmente a situação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, Thais... e essa era a idéia do diálogo!!!
      Acho que já me conheces há mais tempo, e tens essa "vantagem" na interpretação do que escrevo!!

      Excluir
    2. Corrigindo : temos que olhar o bom...

      Excluir
    3. Corrigindo: escolher o bom..

      Excluir
    4. Ah, Thais... nem precisavas preocupar-te. Notamos que era um mero ato-falho!
      E teu comentário foi perfeitamente entendido!!! Suuuuper obrigado!

      Excluir
  5. Saber fazer as escolhas com ponderação, é o melhor caminho!! Acreditar que o melhor pode acontecer, precisa tentar e não desistir de lutar!! Em tudo temos um ensinamento, a vida é um aprendizado constante!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Camila.... sempre um aprendizado de fato...
      ... mas será que em tudo temos UM caminho... ou vários...?
      Penso que nem tudo seja escolha entre o bom e o ruim.... penso que muitas vezes seja entre o que é bom e o que é bom também, de outra forma....!
      Tanto quanto existem escolhas difíceis entre elas mesmas...
      super obrigado!!

      Excluir
  6. "Mesmo qdo tudo parece desabar, cabe a mim decidir entre rir e chorar, ir ou ficar, desistir ou lutar, pq descobri, no caminho incerto da vida, que o mais importante é o decidir." Cora Coralina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Como respondi pelo Twitter, amiga Tel... quase uma covardia, tu trazeres Cora Coralina para confrontar meu diálogo... quem seria eu, senão um entusiasta na platéia de Cora...

      ... e, também como disse no Twitter, brincadeiras à parte, eu me senti francamente lisonjeado que foste buscar Cora, para comentar um escrito meu. Fiquei envaidecido!
      Mil obrigados. Ave, Cora!

      Excluir
  7. Saber fazer escolha já é um bom caminho, mas acreditar no melhor já aliviará a alma.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah.... certamente.... !
      Mil obrigados, Cássia....!!!!

      Excluir
  8. Escolher o que fazer já é uma decisão, e decidir sobre o amor o ficar ou ir depende do coração portanto quero pensar só na felicidade que hoje você me faz ao viver ao meu lado, amanhã será outro dia.
    Amigos recomendo um filme doce, "O maior amor do mundo". Amigos gostaria de ouvir opiniões sobre o filme.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bonito, Dr. Izamir... viver o amor dia a dia...!!! Sem sobra de dúvida, a melhor receita.
      Quanto ao filme, não o conheço.... faça-nos, por favor, uma resenha...!!!!!!!!
      Publica-a aqui...!!!!

      Excluir
  9. Boa tarde, escolhas não são fáceis. Acho eu, que ela largaria tudo se dele tivesse a certeza do amor e do apoio à ela. Escolhas são feitas por um caminho definido, não concorda poeta Menna :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá... um obrigado do tamanho do teu enorme coração...!
      Quando a concordar, não sei bem se entendi a premissa da qual partes, quando falas em caminhos definidos... ... às vezes, a sensação que tenho é que vários de meus caminhos nunca foram definidos e eu os vou descobrindo com o caminhar...
      ... quero poucas escolhas definitivas... e quero definir várias vezes ao longo do caminho.....!

      Excluir
  10. Ele está certo, qdo diz que é necessário escolher...
    Qdo somos jovens, temos essa incrível mania de deixar acontecer. Às vezes, é até interessante! N'outras, nem tanto.
    Pode ser que a demora seja apenas medo de dizer até logo ou mesmo um anseio incontrolável pelo abraço que não mais virá. Porém, sempre nos vemos em impasses como esse.
    Não é fácil. Nunca é!
    O que não podemos é prender o outro por conta de nossas indecisões e inseguranças, mesmo enxergando, ao longe, a quebra do toque, do carinho, do querer bem...
    Mas, quem é que quer afastar-se do que nos faz BEM?...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, poetiza... acho que tudo o que falaste, resumiste na última frase (verso) teu...:
      "quem é que quer afastar-se do que nos faz BEM?..."
      ... daí, nossa escolha é sempre "viciada".... no fim, talvez nem ponderemos entre o bom e o ruim, ou entre o que e bom e o que melhor... talvez seja tudo sobre: "o que me dará maior satisfação?!!".
      Obrigado, poetiza!

      Excluir
  11. Acho tudo tão profundo enxergando pelos olhos da minha Alma! Acho tudo tão íntimo de mim, tão próximo de alguma forma...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ... e é tão imensamente bom conseguir tocar em alguém assim...!
      Como tu me deixas feliz em saber que os escritos te calam fundo....
      Obrigado, Marina...!

      Excluir
  12. Será mesmo que na vida tudo é uma questão de escolha?! Tenho sérias dúvidas quanto isso. E nas questões do amor, então...

    O amor é IMPONDERÁVEL!

    Bem disse o amigo Izamir “decidir sobre o amor o ficar ou ir depende do coração”. E o coração?! Ah! O coração não segue normas, não aceita medidas, não se guia por parâmetros. Por isso, o amor não admite peias.

    Quem ama ou já amou sabe disso.

    XXXXXXXXXX

    Um abraço POETA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não.... nem tudo.... mas há muitas no caminho...
      A idéia do diálogo era mais simples, e penso que hoje, não me fiz explicar....
      ... quis ponderar sobre a perspectiva das escolhas... se as fazemos avaliando o que há de ruim, ou o que há de bom...?
      Talvez eu tenha deixado o diálogo confuso.......!

      Excluir
    2. Não, POETA, a confusão foi minha. Agora entendi o que quiseste dizer. Muito bem pensado: quando escolhemos, ponderamos pela medida do bom ou do ruim.

      Mil perdões por minha leitura confusa!

      Outro abraço, tá?

      Excluir
    3. Recebo com agrado o outro abraço... e penses sempre que errou para abraçar sempre, então!
      Mas não, não há erro. A melhor amiga que tive na minha adolescência / juventude (tão boa que virou anjo - "É tão estranho, os bons morrem antes / assim parece ser / quando me lembro de você / que acabou indo embora / cedo demais..." - Renato Russo da música que não lembro o nome) avisou-me: "da feita que tu escreves, não te pertence o que retiro dela...".
      Eu havia escrito um cartão de aniversário, e ela o chamava de "meu livro"... (teriam sido as cem páginas do cartão...??!!).

      Excluir
  13. Tens que sofre para algo acontecer....na vida que temos à viver....sonhar ...pensar ...amar....algo pode acontecer....Quando penso ....venho à sofredo....à sofre do coração....lamenta uma canção ....me envolver com doce sedução....falo de amor ....sem medo e sem pavor....Não à separação....com tanta sedução....amo quem for....Não importa o amor....Não sei se vou deixar esse amor....Não posso imaginar tê outro em seu lugar....Não posso pensar.....porque tenho alguém pra amar.....Não sei o quê fazer....Quando penso em você....vou me expressar ....pra esse coração me amar. ...Não sei como é....procuro outro sedução....deixa pra lá....Não posso te amar...amar...amor ....como é ....que tu amas assim.....ama alguém é ainda pensa em mim....a sofre ou a chorar....Não vou deixar de ti amar....amar ...amar... amar.... amar outro em meu lugar.....vou à sair e vou à lutar ....dia e noite sem parar ....vou à lutar ....por outro lado tenho que te amar.....sem sofre e sem chorar.....quero mesmo é te amar....Não à escolha a fazer ....quero mesmo e amar você...amor como for ...sonhor que não se acabou...amor e vida e feita de escolha senhor ....escolho o amor ....porque vivo essa vida ...como for ....caminho longo e certo ...vivo a esse anexo...anexo que for....vivo esse amor...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato.... as escolhas, muitas vezes causam dor.... e muitas vezes precisamos lutar...... ...... mas sempre escolhemos o amor...!

      Excluir
  14. Escolhas são necessárias,e doloridas às vezes... não fazemos escolhas negativas para nós, sempre positivas. Naquele momento para ele tudo era mais fácil.Ela chorava e sofria pela falta de perspetivas, pela falta de compreensão dos que a cercavam. E ela tinha sede de vida, sede de aprender. Quem sabe o que estava por trás de suas lágrimas? Acredito, que apesar de tentar, não conseguia se libertar das "dependências" que a devoram e sufocavam seu verdadeiro ser. Triste isso poeta. Mas lindo....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Escolha importa, SEMPRE, em renúncia! Há, inevitavelmente, a perda da opção não escolhida...!!

      Excluir
  15. Escolha: Quem nao fica balançado? A vida é complicada porque temos que saber lidar com essa dúvida. Quando escolhemos algo que não da certo, carregamos essa carga. O certo é sempre escolhemos o que parece melhor, porém se não der certo, ganhamos conhecimento! Ah! Como gostaria de sempre escolher o bom. O que qualque que seja a escolha: perdemos um pouco, pois cada escolha tem seu lado bom.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente isso, guria... exatamente, isso!!
      Super obrigado...!!!!!!!

      Excluir