quarta-feira, 29 de junho de 2016

poesia de ver - "... café com flores!"

Poesia de Ver:



“Hoje, quis servir-te amor!”
… e uma das fomes que ele tinha, foi saciada…!

Imagem e texto por Luís Augusto Menna Barreto


31 comentários:

  1. Será que é possível ficarmos saciados de amor???Quanto mais ainda,não melhor?????
    Linda imagem,poeta!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ou estou sendo"ingrata"...O amor sempre nos deixa saciados???

      Excluir
    2. Acredito que só nos sentimos "saciados" qdo o temos por perto e sem o perigo iminente de que ele possa ter que se afastar.
      O problema é que isso não é possível...
      Temos que viver momentos independentes, para que possamos evoluir e deixá-lo crescer individualmente (mesmo não estando sós!)...
      E ai vem esse sentimento que vc comentou: o nunca estar saciado de amor, já que a noção de que podemos perdê-lo (de uma maneira ou de outra) está presente em nosso olhar e em nossas sensações...

      Excluir
    3. De tudo o que nos saciamos, não queremos (precisamos) sempre mais, dali um pouco de tempo...??
      Nesse sentido, acho que "fome de amor" é uma expressão francamente adequada...
      ... não Michele, não acho que estejas sendo egoísta...!!!!!!

      Mas acho que isso que te respondo, a poetisa Sandra já falou de forma tão suave aqui em cima...!!!!!!

      Excluir
  2. Beijos de café, amor e poesia.
    Pra que mais?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Maria.... pra que mais..???
      Super obrigado!

      Excluir
  3. Que possamos saciar todas as fomes!!

    Quantas manifestações de amor nesta imagem!

    Obrigada, Poeta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado fico eu, com tua sempre gentileza de vir aqui, emprestando teu tempo a nós...!!!!

      Excluir
  4. São muitas as fomes a serem saciadas... mas se pudéssemos saciar nossa fome de AMOR, já era meio caminho andado... E falando do poema... o que mais podemos querer, se já temos, café/flores/amor? Combinação P E R F E I T A!!!


    "Flores são todas as cores
    De tantos amores
    Que eu nunca esqueci
    Límpida passa no peito essa seiva
    Verdade que me une a você

    Livre de toda a maldade
    Essa tal de amizade pra mim é raiz
    Que deixa marcas no solo
    É a beleza do colo, do ombro e do sim..."

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Professora.... sempre nos brindando com poesia...
      E essa...? de quem?

      Excluir
    2. Essa é uma canção católica, de autoria do Maninho. Chama-se "Arvoreando". Quando tiver um "tempinho" procure ouvi-la! Tem uma letra belíssima!

      Excluir
  5. A fome de ser servida por ela foi saciada...É muito bom ser amado e qdo nosso amor nos demostra com gestos de carinho como um café com flores é melhor ainda...linda poesia de ver....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mil obrigados por tua gentileza, Tel...
      ... que venham as xícaras de flores... que botemos, nós, nossas flores na xícaras que servirmos....!

      Excluir
  6. "Hoje quis servir-te amor" Ele serviu AMOR, e assim saciou também sua fome de amar! Simples e romântico, o alimento que sacia a alma; O AMOR

    ResponderExcluir
  7. Um lugar, um café, uma flor e uma lembrança. Saciar a sede do teu amor com amor, saciar a sede de te amar te amando e que, desse momento, fique uma doce lembrança na mente e nos corações dos enamorados. Isso é o amor, isso é o amar, doce lembrança dum lugar que, além do café tinha uma flor....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ... e descobrem-se os poetas... !!
      Isso é poesia, Dr. Valdomiro..!!
      Super obrigado..!!!

      Excluir
  8. "Temos de ir à procura das pessoas, porque podem ter fome de pão ou de amizade."
    Madre Teresa de Calcutá


    Eu ainda acrescentaria o amor, uma das fomes que a humanidade possui que, quando saciada, multiplica o alimento que recebeu. Para dar amor temos que tê-lo em nós.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindo, Thais! E quanta fome de amizade vemos todos os dias... quantos "invisíveis" ficam por nosso caminho, sem nem um bom dia... quantos que, mais do que moedas, gostariam de um abraço....?
      Obrigado, Thaís!

      Excluir
    2. Quanta verdade você falou, poeta!

      Excluir
  9. E são tantas as fomes...

    Em nossa família temos o costume de, quando todos nos reunimos para uma ceia, fazer esta prece:

    "Senhor, dai pão a quem tem fome!
    E fome de justiça a quem tem pão!"

    (Não sei de é a autoria)

    Fome é mais que desejo. É mais que um sentimento. É algo também visceral.

    E são tantas as fomes!

    Eu tenho tantas...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ... toma, então, escritora, a xícara nas mãos... fecha os olhos... esquece, um momentinho, outras fomes... e te sacia um instante... nem que seja para a fome voltar em seguida.... mas, só por agora, descansas... sorve... sente...

      Excluir
  10. Amigo toda flor é um amor que gera calor. Sempre que vejo uma flor sinto quanto te quero a flor do meu amor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bonito, Dr. Izamir! Que bonito...
      Obrigado! As flores fazem isso a quem se deixa descobrir por sua beleza...!

      Excluir
  11. Ahhh... os poetas...o amor... Necessários... Quem dera eu?!!! Eu tenho a fome dos oceanos e a sede de todas as terras! Traz o bule, amigo! Deixa-me contar meus (des)encantos... são muitos! Eia!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conta, Yuri.....
      Trouxe, sim o bule... trouxe xícaras... trouxe flores....
      .... sento contigo, olhos teus olhos que simplesmente passam por mim pra perder-se (ou se acham??) lá longe no através... no além.... onde vão eles...? Conta-nos, Yuri.......

      Excluir
  12. Saciar-me-ei de todas as fomes (em esperanças) de um carinho que desprende-se em pétalas. Esperança de beleza, de abraço, de amizade!
    Linda foto, lindo poema, linda rosa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ... linda tua postagem em comentário....
      Há como deslizar por suas frases é bom...!
      Obrigado, poetisa...!

      Excluir
  13. Respostas
    1. E não foi.....?!!!!!! 😆😆
      O Maradona da cronica "Maradona no Juizado Especial" é bom de acordo!!!

      Excluir