terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Diálogos - (trecho de aventura inédita do Pilha)

Diálogos: (trecho de aventura inédita do Pilha)

“… às vezes, eu queria ser ator…”
… iiihhh… cheirou cola vencida? Ficou doido, Pilha?
“Doido é tu, que quer voar. Até por cima de carro já voou, mané!”
Não sei que graça tem em ser ator… ficar vivendo a vida dos outros!
“A graça não tá em viver a vida dos outros, otário! … só acho que seria bom poder não ter que viver a minha vida um pouquinho…”
(…) 
Eu não ri mais. Acho que fiquei triste… porque eu adoro minha vida… e quando ficar mais velho, tudo o que quero, é ser sabido como o Pilha…!


Por Luís Augusto Menna Barreto






33 comentários:

  1. Pilha, exemplo diário do cotidiano brasileiro, sonha em mudar de vida, mas serve de exemplo para muitos, com sua originalidade. Parabéns Poeta...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem tinha pensado por esse prisma, Roberto... acho que tua sensibilidade que achou um novo viés...!! Obrigado!!!

      Excluir
  2. PILHA não é só sabido; PILHA é sábio.

    E se tem alguém que pode entender esta sua vontade de ser ator, esta pessoa sou eu. Não pela razão que ele apresenta, porque eu gosto pra caramba da minha vida, mas pelo fato comprovado e testado que interpretar é VIVER.

    Ah!!! Como eu entendo PILHA!

    Bem que o "dono" da vida dele, daqui a alguns anos, poderia realizar o sonho de sua "criatura"!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Ana... eu temo pela vida do Pilha... quantos Pilhas, de tantos sonhos e tantas espertezas que encantaram e encantavam-se, não foram, depois, lançados nos corredores das masmorras modernas...? Temo pelo futuro do Pilha, que a cada dia, tem de descobrir um novo jeito de estar vivo... temo pelo Pilha que sonha e começa, quase sem perceber, a vislumbrar os limites da sua realidade...!

      Excluir
    2. Eu acho diferente, Ana. Quase igual, mas invertido. Viver é interpretar... interpretar uma tragicomedia... E a vida, esse grande palco sacana e doce, como a cana.

      Excluir
    3. Agora sim.... também acho isso... Concordo com Lu Alves... acho que a gente vive uma imensa peça... somos, que o tempo todo, aquilo que esperam ou aquilo que nós mesmos esperamos de nós... e quase não nos descobrimos ao querer despir dos vários personagens que encenamos de acordo com cada situação que enfrentamos...

      Excluir
  3. Maravilhoso o que comenta, Dona Ana...
    Pilha é sábio, mesmo!
    E ser ator deve ser muito bom!!

    Texto lindo, Seu Menna!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ah.... nem sei como agradecer....
      Lindo não é o texto... é o coração desses garotos, que tem, um no outro, o seu escudo e seu tesouro... que o tempo não seja, com eles, tão cruel... que lhos permita viver bom tempo em criança, ainda...!

      Excluir
  4. E por falar em Seu Menna, Dona Menina, por que será que ele não publicou o episódio todo?!

    Hein, Seu Menna?! Vai ficar dando PILHA a conta-gotas para nós, é???!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah... por motivos práticos.... seguindo uma linha que adotei nesta nova retomada do blog, com uma publicação a cada dois dias (antes era diário, mas estou trabalhando em mais dois projetos, atualmente!!) a ordem atual é essa: crônica, dois dias depois vem "poesia de ver", dois dias depois vem "pensamentos perdidos", dois dias depois vem "diálogos"!! Daí que como teu CIRCO está em "pensamentos perdidos", segue um diálogo.
      Então, estava eu trabalhando em três outras vertentes de "diálogos" quando eu vi um documentário: "Cidade de Deus, 10 anos depois" e um rapaz que foi personagem no filme e hoje é mecânico, disse que havia gostado de ser ator, porque era bom viver a vida dos outros, eu lembrei desse parte do diálogo que eu havia escrito uma semana antes, e decidi colocar. Mas essa aventura completa do Pilha, vai ser publicada na noite do dia 24 de fevereiro de 2017!!!!!

      Excluir
    2. Nossa!
      Preciso adotar esse método prático pra organizar minha vida... Quem sabe não dou um jeito nela...
      É alta produção!
      (Brincadeirinha...)

      Excluir
    3. Acho que é "TOC".... rsrsrsrsrsrsrs

      Excluir
    4. Dá gosto de sentir pulsar no meu peito a poesia;
      Ouvir meus pensamentos me levam ao universo do em coberto,
      Das mais puras e sublimes verdades q eu mesma nem consiga descrever pq meu sujo tornou-se limpo e o falso soou verdadeiro. Meu anonimato é visceral e permanente.

      Excluir
    5. Dá gosto de sentir pulsar no meu peito a poesia;
      Ouvir meus pensamentos me levam ao universo do em coberto,
      Das mais puras e sublimes verdades q eu mesma nem consiga descrever pq meu sujo tornou-se limpo e o falso soou verdadeiro. Meu anonimato é visceral e permanente.

      Excluir
    6. Dá gosto de sentir pulsar no meu peito a poesia;
      Ouvir meus pensamentos me levam ao universo do em coberto,
      Das mais puras e sublimes verdades q eu mesma nem consiga descrever pq meu sujo tornou-se limpo e o falso soou verdadeiro. Meu anonimato é visceral e permanente.

      Excluir
  5. Amigão, a vida é um dom divino, independente do que acredita cada pessoa. Saber viver, sejam quais forem as circunstâncias e um arranjo das etapas que passamos onde cada um é autor e ator de sua jornada. Amiga Ana eu tb tô muito satisfeito com a vida, não desejo mudar nada, mas se pudesse, talvez, aproveitasse mais as lições dos erros do passado. Quanto ao Pilha ele é o Pilha que tenta ser diferente no que acredita ser o certo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bah.... eu mudaria muita coisa que fiz... pediria muito mais "desculpa"... diria muito mais "obrigado"... teria sido um adolescente menos difícil.. e teria ajudado muito mais a mãe e o pai... implicaria muito menos com a mana... enfim... eu tentaria ser muito diferente do que fui... tentaria ser um guri melhor!

      Excluir
    2. Hoje eu estou no Sul da Bahia, naquela pontinha que fica lá embaixador. Então, vou curtir. Não vou mais falar sobre o sonho do PILHA, do meu querido amigo PILHA, vez que isso é coisa séria.

      Porém, amanhã, farei questão de revelar o porquê entendo tanto exatamente este sonho.

      Um grande beijo em cada um de vocês, amigos que a cada dia ficam mais queridos!

      Excluir
    3. Lá embaixo. Nada de embaixador.

      Excluir
    4. Estou ansioso...!!!! Quero saber sobre sonhos... sempre quero...!

      Excluir
  6. Esse Pilha é mesmo uma figura!!! Sai com cada tirada interessante!! Está sempre a nos surpreender com seus pensamentos inusitados.

    Se... eu pudesse mudar alguma coisa... com certeza algumas escolhas seriam trocadas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem não as trocaria, que atire a primeira pedra!!

      Excluir
  7. Eu gosto tanto do "Pilha", apesar de ser tão sofrido e sozinho, tem uma esperteza que não é dele. Lembrando agora de quando viveu aquela aventura quando "Mané" voou, como ele mesmo, o "Pilha" Lembrou no texto: " Até por cima de carro já voou, mané!”

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah... o Pilha é um garoto tão forte, de uma criatividade (talvez forçada pela necessidade) tão imensa... já disse o brilhante Suassuna no Auto da Compadecida: "(...) a esperteza é a defesa dos pobres(...)"
      "Valei-me Nossa Senhora"!!!!
      Obrigado, guria...
      Meu pai sempre falava: quem meus filhos beija, minha boca adoça.... Tu gostares do Pilha, fazes bem ao meu coração!!!

      Excluir
  8. Fiquei apreensiva pq o Pilha está em perigo, entrando no mundo das drogas e infeliz com a vida dele, deixando o amigo que tanto o admira, triste...mas espero que o Pilha saia dessa e volte a ser feliz com a vida, mesmo muito dura, ele sempre dribla as dificuldades...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenho tanto medo, amiga Telina.... ... tenho medo porque acho que já vi, nos corredores das penitenciárias, tantos "ex-Pilhas" que um dia separaram-se dos amigos "manés"......!

      Excluir
    2. Tb temo meu amigo,tomara que o Pilha consiga vencer as adversidades que a vida lhe impôs sem nunca entrar uma penitenciária...Deus o ajude e ajude a sociedade tb a cuidar de tantos Pilhas esquecidos nas ruas...

      Excluir
    3. ... e como é fácil, eu me "livrar" dos "Pilhas" e "aliviar" minha consciência com uma moeda...! Por quantas moedas compro meu alívio...?!

      Excluir
  9. Pilha, maravilhoso como sempre!!!
    Meu personagem preferido!
    Sofro, dou risada, torço por ele.
    Mas hoje meu grande enfoque foi nos comentários.
    Li cada um .
    Alguns acabei relendo.
    Chorei e me emocionei.
    E Mano, poderia de verdade não ter implicado menos comigo, mas com algumas situações da minha vida que não precisavas ter te envolvido.
    Talvez algumas coisas, hoje, fossem diferentes.
    Mas como não se muda o que passou, o passado fica no passado.
    No entanto, quanto ajudar a mãe e o pai, tenha certeza que isso tu jamais poderia pensar em mudar.
    Foste para nosso pai e continua sendo, para nossa mãe o melhor filho deste mundo.

    Que venham logo novas aventuras do meu tão amado Pilha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é.... mas queria poder voltar... desfazer... fazer de novo... não fazer......
      ... enfim...

      Excluir
  10. Luís Augusto, Luís Augusto!!!
    Vamos deixar o passado, no passado?!
    Vamos, Elisa?
    Vamos, Ana Isabel?

    Pronto. Deiixei.
    Não vou contar mais nada. Deixa o sonho que me faz entender o sonho do PILHA lá no lugar dele: no passado.

    Amanhã é futuro. Vou para lá!

    Beijo em todos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boooora.... te encontro no futuro, amanhã!!!! .... com uma crônica divertida na postagem!

      Excluir