sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

poesia de ver - "...último perfume!"

Poesia de ver: “…último perfume!” *



Perdi meu viço… estou perdendo minha cor… 
Só resta um pouquinho do meu cheiro, que estou guardando prá ti…
… vem, chega mais perto… deixa eu viver meu último instante, perfumando tua alma…

Imagem e texto por Luís Augusto Menna Barreto

* Originalmente  publicado no antigo blog
"Menna Comentários", precursor deste.
Data da postagem original: 07.05.2016.
Comentários na postagem original:  17
Visualizações até ser retirado:  340


21 comentários:

  1. Em seu último estágio, no restante da sua cor e perfume, a pobre florzinha ainda quer agradar alguém. Quanta delicadeza!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que como todos nós, que queremos, de alguma forma deixar um legado, que queremos de alguma forma permanecermos vivos... quis a florzinha fazer-se ainda viva com um pouco de si em outro.....

      Excluir
    2. Ah.... e amanhã, é dia de CIRCO...!!!!

      Excluir
  2. Cheiro de flor é cheiro de amor!
    Ainda que no final!
    Mas sempre amor!!!

    ResponderExcluir
  3. Perfumando a alma, meu Deus que lindo, só quem viu, um dia, sua alma sabe o quanto ela linda, linda e maravilhosa.. Parabéns poeta, você perfumou meu final de semana. Abraçao

    ResponderExcluir
  4. "...Que dance a linda flor,
    Girando por aí
    Sonhando com amor, sem dor,
    Amor de flor.
    Querendo a flor que é,
    No sonho a flor que vem
    Ser duplamente flor,
    Encanta, colore e faz bem..."

    Florzinha, não se preocupe, seu perfume será inesquecível!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "As flores, de plástico, não morrem"
      (Flores - Titãs)

      Excluir
    2. "Olhei até ficar cansado
      de ver os meus olhos no espelho,
      Chorei por ter despedaçado
      As flores que estão no canteiro"

      (Flores-Titãs)

      Muito bons!!!

      Excluir
  5. O cheiro gostoso do meu pai vive comigo, ainda hoje, depois de anos e anos que ele se foi para o outro lado da vida.



    POETA, terminei de reler a grande saga de Érico Veríssimo. E o incrível foi ver você postando esta poesia, quando exatamente eu me dava conta de que eu havia SENTIDO o cheiro do meu PAI em algumas personagens do livro.

    Acho que meu PAI perfumou minha alma com seu cheiro, para todo sempre.

    ResponderExcluir
  6. Ahh O perfume, como adoro. Perfume que tráz lembranças, o cheiro de mato, cheiro de flor o cheiro daquele que um dia nos deu tanto amor. Vai-se a flor, quebra-se o caule mas persistirá na memória o perfume!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Persistirá na memória... na alma... em nós...!

      Excluir
  7. No perfume da flor encontramos sempre um amor, sob tds as formas, cores e olhares, saber mantê-los é sempre um diálogo de sentimentos e emoções, murcha em sua forma física, mas jamais no coração. O perfume das rosas exalam amor, mas... Se ele não tiver sido inalado, não teremos sensibilidade pra percebelo, na memória dos amores.

    ResponderExcluir
  8. Prezada amiga Ana, concordo com vc, quando visito minha mãe com 91 anos de idade, bastante lúcida e sem doenças, vejo sempre o filme de nossa história, sem dor de saudades, mas com o cheiro das lindas lembranças que vivemos juntos. Não há choro nem velas só a presença dela e nela a tela e na minha memória o filme, Ana, amigos e poeta. Esta é a vida.

    ResponderExcluir
  9. Que bênção, Dr. Izamir, sua mãezinha com 91 anos e muito bem! Que Deus conserve!
    A minha está com 78. Faz tapetes de barbantes, de retalhos...lindíssimos. Borda ponto cruz. É uma artista. Viaja sozinha pra visitar ou cuidar dos filhos que moram longe. Tem 2 filhos em Brasília e eu aqui em Goiânia. E 5 moram perto dela. Teve 2 partos de gêmeos, todos estão casados e com filhos. É uma guerreia e nossa grande riqueza.

    ResponderExcluir
  10. Querida amiga Armelinda, fiquei emocionado com sua fala sobre sua querida Maezinha, tão linda história de uma grande guerreira. Obrigado pelas palavras sobre minha Mãe. Tem sete filhos 04 homens e 03 mulheres sou o mais velho e já falecido o quarto. Tenho um amigo que toda hora diz "já não se fazem mais mulheres como antigamente". Digo a ele que cada no seu quadrado e com as características de seu tempo e espaço. Eu fora minhas amigas tenho 03 irmãs, minha mãe, minha mulher :gosto muito desta forma de dizer que a amo",minha filha e minha neta, minha sogra, sobrinhas e não sei o que sem elas na minha vida. Parabéns pra VOCÊS queridas mulheres do blog do Luís. Uma flor pra cada uma. Obrigado por existirem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Devido o tamanho da falange do meu dedo as vezes não controlo o que digito. Assim desculpem os erros de digitação. Bjs.

      Excluir
  11. Obrigada eu Dr. IZAMIR!!! Muivo bom conversar com o senhor, ainda que virtualmente!!! É muito gentil. Muito bom encontrar pessoas que sabem conviver e valorizar cada um dos seu convívio!!! Isso nos dá um novo ânimo, pra enfrentar o dia a dia que não está nada fácil.
    Muito obrigada!!!

    ResponderExcluir
  12. A memória olfativa de um amor passado, revive na fragrância inalada presente. Viva o perfume dá flor ! Vivamos o amor !

    ResponderExcluir