sábado, 28 de maio de 2016

poesia de ver - "... ver-se!"

poesia de ver

“Levanta… olha pra mim: porque choras?”
“Porque secamos. Perdemos o viço. E tu? porque estás sorrindo?”
“Porque secamos. Perdemos o viço…   … e ninguém nos jogou fora. Sinto-me bela!”

Imagem e texto por Luís Augusto Menna Barreto

56 comentários:

  1. Que lindo.
    As vezes é assim mesmo que me sinto.
    Seca como estas rosas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. .... mas o importante mais importante, Mara, é que, embora possas uma vez ou outra te sentir seca, que te percebas sempre bela, sem jamais permitir sentir-te jogada fora...!!

      Excluir
  2. Mara, se estás seca como a rosa, não perdeu o viço... Continuas bela! Bom dia!

    ResponderExcluir
  3. Sejamos como as rosas! E guardemo-nos no coração de quem amamos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah..... guardadas assim, nunca haverão de perder o viço!

      Excluir
  4. Acho que nós, diferentemente das rosas da foto, estamos cada vez melhores!
    Lindo.

    ResponderExcluir
  5. A imagem das rosas murchando sempre me provocaram muitas reflexões filosóficas e estéticas.Não sinto perderem a essência do belo. Apenas se transformam em outro tipo de beleza. As cores vivas da primavera transmutam-se em belos tons outonais, prenunciando o recolhimento inpirado pelas nuances invernais. A beleza está nos olhos de quem vê diz o velho ditado. Eu diria que está na alma de quem percebe. A rosa sente-se bela porque continua a encantar o coração de alguém como eu, que resiste em jogá-la fora até que se dissolva em pétalas ressecadas. Mesmo assim ainda vou recolhê-las para deitá-las num justo repouso em uma tela, numa composição decorativa. É uma tentativa de apreender o fugaz, o efêmero, a única permamência na impermanência da vida.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Thais, também gosto do envelhecido delas... Uma beleza diferente...

      Excluir
    2. Corrigindo : As imagens das rosas murchando sempre me provocaram...

      Excluir
    3. Como é bom ver diálogos por aqui....
      Sim, professora, sim Thaís... beleza transformando-se em outra beleza... Transformemos, sempre, nosso coração para sempre perceber essa beleza....!

      Excluir
    4. "Está na Alma de quem percebe"... Certamente, Thais! Lindo comentário!

      Excluir
  6. É assim na vida!!!...as transformações acontecem, mas a beleza mais encantadora está internamente, longe dos olhos e perto do coração...atitudes valem mais que um físico, pele perfeita, feições atraentes, isso passa, um dia perde o viço, mas a alma bondosa e o coração puro, que atrai as pessoas por espalhar alegria e aconchego, esse não tem como se produzir para algo especial, esse sempre tem a mesma aparência, seja em dia de festa ou no dia a dia, o seu natural é belo e só encanta cada vez mais, não tem disfarce, nem perde seu viço!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exato, Camila... quando a beleza é de dentro pra fora, não há como perde-la...! E tudo é VIDA em transformação...!!

      Excluir
  7. A rosa, a perda do viço e a beleza. A rosa e bela, bela também e a perda do seu viço porque e da sua natureza assim como o ser humano em sua existência. A beleza está na alma, esta, também, na coisa bela enfim, a beleza está na mais linda e romântica das flores, ela reside com as rosas.

    ResponderExcluir
  8. Muito bonito amigo, tua sensibilidade expressa um sentimento, um tempo de vida pra rosa, porém o mundo passa e os tempos são diferentes, são sinais de advertência para que haja mudança, como sendo a única maneira de haver o verdadeiro desenvolvimento espiritual.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Izamir, o momento e este, presente, mas em qualquer situação pode se transportar para o futuro procurando, ao desenvolver o assunto, abordar e seguir o caminho, o melhor que se aprouver. Meu sentimento e uma abordagem que da sentido ao tema, ao belo, a beleza, ao viço de uma coisa e a própria natureza . O significado espiritual, cada um nasce, cresce, desenvolve a espiritualidade, pela sua própria natureza e pela cognição ao longo de sua existência. E, sob todos aspectos, cada qual vê o mundo com seus olhos e, com os seus sentimentos, transborda, não só o amor que existe em cada um de nós mas também, a realidade das coisas, a realidade da vida. O espiritual, a meu ver, e um crescimento individual não coletivo, de cada um, mas e um indicador para que o indivíduo cresça espiritualmente. E isso aí.

      Excluir
    2. Prezado amigo Valdo, concordo com você na tese descrita, apenas destaco que o crescimento espiritual pode até ter uma vocação individual (como num seminarista) mas só se desenvolve se tiver um roteiro de formação laica ou religiosa para que possa entender os textos e saber interpretá-los. Aí é o que eu chamo de catequese. Conhecer, refletir e aplicar de acordo com as situações da vida aí crescemos de maneira bio - psico -social e espiritual e assim ser participe na promoção do estado de bem estar social.

      Excluir
    3. Prezado Izamir, vou te dar um presente, só para ti: a espiritualidade e um estado de espírito e no nosso mundo, no mundo do ser humano, ele e UNIVERSAL não coletivo, e de cada um, individual. Quanto psico-social no nosso mundo, na nossa sociedade vai ser preponderante diante da cognição que cada um desenvolver na sua vida. Não vejo crescimento espiritual se não existir o conhecimento. E isso aí.

      Excluir
    4. Barbaridade... como é bom sentar e assistir a esses diálogos que se formaram hoje...!!!!!

      Excluir
  9. Sabes, eu particularmente, penso que quando as flores ficam assim, secas e sem viço, elas se tornam extremamente mais belas pelos sentimentos que trazem consigo: saudade, alegria, momentos felizes, lembranças ainda que doídas, sempre com algo muito feliz por trás e assim vou guardando-as. Minhas lembranças... Meus momentos... Vida vivida... Vida que segue...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bonito ter um "relicário de flores"... A vida lembrada pelas flores, há de ser sempre perfumada...!!

      Excluir
  10. Maravilhosa poesia de ver, mostrando a dialética, a contradição de como podemos reagir diante de uma mesma situação, nos basta olhar de maneira positiva as adversidades da vida e procurar sempre o lado bom das coisas e das pessoas....Parabéns poeta!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ... procurar o lado bom de nós mesmos...!!!
      AH, como é bom vir aqui e ver teu comentário...!!
      Mil obrigados, Tel!

      Excluir
  11. Um diálogo perfeito revelando dois olhares diferentes diante do inevitável.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Thais... como na vida, muitas vezes tudo depende da forma como a gente olha....!

      Excluir
    2. Mateus 6
      22. Os olhos são a lâmpada do corpo. Portanto, se teus olhos forem bons, teu corpo será pleno de luz. 23Porém, se teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em absoluta escuridão. Por isso, se a luz que está em ti são trevas, quão tremendas são essas trevas!

      Excluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ... um comentário excluído faz-me sentir como a primeira das florzinhas do texto...

      Excluir
  13. Mesmo murcha a rosa 🌹 não se deixou entristece, pq ela vê além da 👌 ela se vê Alegre, por está aí...... Lindo, e assim mesmo no dia-dia...... Muito tocante Dr...... Sentimento mais q sentindo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Shirley...! Acho que o importante é nós não murcharmos por dentro......!
      Mil obrigados pelo comentário...!

      Excluir
  14. Esteja a rosa no esplendor de seu viço, ou já caminhando para o fim da sua existência, o mais incrível é que como rosa veio ao mundo, e como rosa o deixará. Fazendo um paralelismo com o ser humano, esta é a grande barbada, vir ao mundo com a pureza de uma criança, e, sendo agraciado em longevidade, deixar este planeta sem perder a sua essência, com a mansidão e a sabedoria daqueles que não simplesmente existiram, mas viveram intensamente a beleza de ser um ser humano.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Quem passou pela vida em brancas nuvens...."
      Exato, amigo! Esse é o grande barato... existir... sabendo-se haver existido de fato!!!

      Excluir
  15. Vi muita flor secar e perder o viço, mas, proporcionalmente, crescer em sabedoria. E isso é bom.

    Pior é ser arrancada, quando ainda, em pleno viço, a seiva da vida lhe escorre por um talho.

    Verdade assim traduzida pelo dito popular: "quem não quiser ficar velho, que trate de morrer cedo."

    Abraço-te meu POETA!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. "Para ser poeta era preciso sofrer com desespero os embates da paixão desordenada e sentir na pela os negros pesares do infortúnio. Era preciso descrer da felicidade e morrer jovem"
      (Dino Fontana)

      "Viva rápido, morra jovem"
      (James Dean)

      Excluir
  16. Quanta sensibilidade... bela comparação. Mas é tão verdadeira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo se resume a como olhamos, não é mesmo...?!
      Obrigado, Sylvia...!

      Excluir
    2. Sim! Com certeza. A forma com encaramos a vida e o viver é que nos define...

      Excluir
  17. É preciso ter olhos de ver e ouvidos de ouvir, do contrário, nada percebe. Sensível e belo. 👏👏👏

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Dr. Jackson.... que os tenhamos sempre... sempre!

      Excluir
  18. Boa noite, Poeta. Boa noite, caros seguidores. Mais eis que a beleza é uma via de mão dupla! É do Poeta sair respingando nesgas de belezura por ai, mesmo onde (aparentemente) não haja. Menna, belezura total! Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Receber um comentário assim, de quem tem as palavras dentro de si, de quem É poesia onde passa, só me faz envaidecer..!

      O que quero dizer...??? Ah, vejam por si mesmos: www.palavratura2.blogspot.com.br

      Excluir
  19. Lu, que bom encontrá-lo aqui! Fico tão feliz de ter sido a mediadora desse contato de Poeta com Poeta!

    Sabe que é muito bom ser ponte?! Inda mais de bem-querer com bem-querer?!

    um beijo, meu tão bom e querido amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, e que bela ponte..... mas imagino uma ponte em uma serra íngreme, como as serras do meu distante Rio Grande do Sul.... LuAlves fica na parte de cima e, generosamente, vem visitar-me, mesmo sabendo que terá trabalho para novamente subir...!

      Quanto a mim, esforço-se ao máximo para subir.... porque depois, é simples demais voltar para meu lado na ponte...!

      Excluir
  20. A cada época, em cada vida, seu frescor único.
    Períodos diferentes, que podem revelar renascimentos, mesmo na aparência negada à juventude.
    Cada tempo com seus encantos e suas possibilidades...
    Ao ver essas rosas, senti-me como a que, em prantos, baixa a vista em vergonha do que se tornou. Porém, sinto-me abraçada pela outra, que na sua sabedoria pelo tempo vivido, entende que cada estação da vida é visitada por suas próprias belezas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Em complemento ao meu comentário acima: foto belíssima!
      Há uma sensibilidade tão apurada no momento captado que não me permite deixar de olhar para as protagonistas desta cena...
      Se eu pudesse, dar-lhes-ia um abraço tão intenso, tão amoroso, tão cheio de carinhos e chamegos, que eu mesma me desmancharia em pétalas!

      Excluir
    2. Ah, poetiza.... tão obrigado eu fico a ti...!
      ... retiras, sempre, do texto, muito mais do que posso pretender expor...
      Quanto à imagem, fiz minutos antes de postar... eram florzinhas que eu havia guardado... quando as quis guardar, não sabia o que seria... mas sabia que SERIA... porque todos SOMOS.

      Excluir
  21. Que belas rosas poeta....que é...mesmo seca como for....tem forma do amor...à amor tão forte que é...tem cheiro de homem e mulher....como é...ser eu tivesse em seus braços....Não me sentia fraca...sem forças de olhar ....nos teus olhos...e ter perguntar...como é o meu amor....Quando essa flor si for....com tanta doçura que for....Eis força do amor....que o sol não muchou....temos um eterno amor...que nem o sol muchou....lutamos com força e amor...a força já chegou ....no coração do poeta meu senhor....com sedução e emoção...escreva essa canção

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Geraildes.... as flores ficam ainda mais belas depois de teus comentários, tão alegres, tão vivos.... mil obrigados....!!!

      Excluir
  22. Otimistas ou não...
    Secos ou não...
    Murchos ou não...
    Que possamos SEMPRE ter alguém ao nosso lado que nos motive, nos encoraje, nos mostre o lado bom, assim como a rosa que além de reanimar parece querer levantar a companheira pelas "mãos" (se olharmos com carinho, é notável na imagem)! Que tenhamos Deus sempre para ser essa nossa fortaleza... Seja po Ele mesmo, ou em forma de amizade, como na poesia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. .... ou os dois...!!
      Saudades dos teus comentários, guria...!
      Bem vinda de volta...!!

      Excluir
  23. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais um comentário removido.... que me faz sentir a plantinha abaixada....!

      Excluir